Como foi o Social Media Brasil #smbr2011

Nos dias 3 e 4 de junho, o edifício da Fecomercio em São Paulo recebeu a 3ª edição do Social Media Brasil, o maior evento sobre Mídias Sociais desse nosso Brasilzão. Alguns dos maiores nomes da área tiraram uma folguinha de seus computadores (..até parece!) e de suas agências e marcaram presença na platéia ou no palco do Teatro Raul Cortez, onde uma tonelada de palestras e debates sobre os mais variados temas aqueceu as mentes da alta Social Media .

E eu, é claro, paguei pra estar nessa aventura pela primeira vez. Acho que o único evento semelhante a esse do qual eu participei foi a Campus Party 2011, já que não pude ir ao Social Media Week. Tá, eu sei que este foi um evento bastante diferente, mas meus propósitos em ambos eram semelhantes.

O mais legal desse tipo de evento é, sem dúvida, a oportunidade de se fazer novos contatos. Conhecer pessoas novas e com interesses semelhantes, além de distribuir uns cartõezinhos de visita. Ou até mesmo, e isso é ainda mais legal, conhecer na vida offline pessoas que você só conhece por avatar. Nos coffee braks e happy hours os @ deixam de existir e as pessoas por trás deles dividem a cerveja com a gente.

Agora.. existem palestras e palestras, né!? No evento as palestras de altíssimo nível alternaram com palestras e debates bastante superficiais e repetitivos. No primeiro grupo coloco: a palestra sobre métricas com Estevão Soares; Facebook com Juliana Lima, Fan Pages com Ruben Quinones, Gerenciamento de crise com Patrícia Teixeira; Social Content com Bruzo Tozzini e Philippe Bertrand entre outras.

Quanto aos bate papos, que aconteciam na sala 2 do evento, tenho várias críticas. Acredito que o tempo de duração reduzido (apenas 40 minutos), somado ao excesso de pessoas no palco em alguns momentos foram fatores que tornaram algumas discussões bastante superficiais, além de que temas que nós que vivemos nesse universo estamos cansados de ouvir eram repetidos em excesso. Aliás, alguns debates mal podem ser chamados de ‘debates’,  já que duravam o tempo bastante para que cada membro da mesa se apresentasse, respondesse 3 ou 4 perguntas e se despedisse. Claro que houve bons momentos, como as participações de Maurício Mota falando sobre Transmídia; Maurício Vargas, criador do site Reclame Aqui; Renato Opice Blum, que abordou cuidados jurídicos envolvendo mídias sociais; além de outros que eu não tive tempo para acompanhar.

Ahh.. e claro que eu não poderia deixar escapar o maior problema do #smbr2011:  a falta de internet. Recebemos um e-mail poucas horas antes do início do evento informando que a empresa responsável pelo fornecimento da rede wi-fi havia cancelado o contrato. Entendo que todo evento tem seus problemas, que não é fácil encontrar uma empresa que dê conta de fornecer uma banda de internet que satisfaça pessoas que trabalham com internet. Nem mesmo a internet ultra-rápida fornecida pela Telefônica para a Campus Party deu conta de todos aqueles nerds sem das umas baleiadas. Mas enfim, todos que pagaram pelo evento, pagaram pela internet, e não receberam nenhuma satisfação em troca. #prontofalei

Parece que as reclamações se estenderam mais do que os elogios nesse meu texto, né!? Mas é assim mesmo, quando a palestra ou o bate-papo é bom a gente não tem muita coisa pra escrever sobre. Só elogiar. E apesar dos problemas, recomendo sim esse tipo de evento, principalmente pela oportunidade única de networking. Recomendo inclusive para meus colegas universitários da área de comunicação: saiam um pouco do campus, interajam com gente que faz parte do mercado, e como diria o saudoso ET Bilú, busquem conhecimento. Às vezes a gente se fecha dentro do círculo universitário, principalmente nós que fazemos parte de uma universidade pública, e acredite: tem muita coisa acontecendo lá fora que ninguém dentro do campus vai te mostrar.

No segundo semestre desse ano teremos edição do Social Media Week, evento gratúito que vai rolar entre os dias 19 e 23 de setembro nas cidades de São Paulo e do Rio de Janeiro. #fikdik

Anúncios

Sobre João Paulo

Data Intelligence na Ogilvy. Bacharel em Comunicação Social - Midialogia pela UNICAMP. Me dedico à compreensão, planejamento e execução de estratégias de comunicação em plataformas de mídias sociais. Leio muito sobre sobre Social Media e Transmedia Storytelling. Ver todos os artigos de João Paulo

Uma resposta para “Como foi o Social Media Brasil #smbr2011

  • Alexandre Formagio

    JP, obrigado pelo feedback, acredite que isso é importante para nós.

    Quando a satisfação da internet, além do e-mail, avisei no palco também no inicio do evento. Inclusive estamos pensando em como compensar a galera por isso a curto prazo.

    Mas obrigado pelo feedback, testamos novos formatos de tempo e de salas e já estamos avaliando o que permanece o que ano que e o que sai, sempre focando no resultado final ao público.

    Grande abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: