Por que ter um blog pessoal

Esse texto foi escrito por mim especialmente para a minha coluna no www.itu.com.br.:

O blog em sua essência não deixa de ser uma mídia social. O termo, uma abreviação de weblog, serve para descrever qualquer site que funcione a partir de um registro freqüente de informações, que se organizam de acordo com a sua data de publicação. Pode ser considerado uma evolução dos diários online, que já povoavam a internet em meados dos anos 90, mas só ganharam popularidade no ano 2000, quando o Blogspot criou o chamado link permanente, permitindo que cada post tivesse a sua URL própria. Depois foram criados programas que permitiram aos leitores a inserção de comentários, dando ao blog as características que ele tem até hoje.

Hoje existem milhões de blogs na internet, que podem ser divididos em três categorias: os blogs pessoais, feitos sem interesse comercial; os blogs profissionais, feitos para receber um grande número de visitantes e gerar lucro; e os blogs empresariais, ferramentas de marketing de empresas na internet.

Os blogs pessoais são maioria entre os blogs, embora não sejam os que mais recebem acessos. Normalmente dois propósitos levam uma pessoa a criar um blog pessoal: como hobbie, ou como trabalho, podendo ser usado como aliado da carreira profissional. Com esse objetivo, o blog pode ser usado para divulgação de portfólio de trabalho, ganhar popularidade e até criar novos contatos e relacionamentos na web.

Mas antes de sair por aí criando um blog pessoal é importante pensar em algumas coisas. Primeiramente, nem todo profissional precisa ter um blog. Criar um blog apenas porque os outros têm é uma ótima maneira de fazê-lo dar errado. Mas se criado com planejamento, disposição e criatividade, um blog pessoal pode ser um diferencial muito importante para qualquer pessoa.

Usando o blog como aliado profissional

Primeiro é preciso criar um blog. Para um blog pessoal, a ferramenta WordPress é bastante indicada. Entre suas vantagens: é gratuita, tem várias opções de layout profissionais prontos e que podem ser personalizados, é fácil de usar e já vem otimizado para as ferramentas de busca, como o Google. Além disso, possui recursos que ajudam na busca por novos blogs e na comunicação com outros blogueiros.

Um blog pessoal pode ser usado como portfólio virtual, uma espécie de cartão de visitas na internet. Nada melhor do que falar sobre o seu trabalho mostrando os resultados concretos. Fale sobre seus projetos passados, comente sobre os resultados de obteve, suas experiências, divulgue projetos futuros, e mostre tudo aquilo que tem a oferecer. Além disso, abra espaço para que outras pessoas comentem, interajam e enriqueçam ainda mais o conteúdo.

Se você realizou palestras e utilizou slides nelas, divulgue-os no Slideshare, um serviço de compartilhamento de apresentações. Depois, adicione-os no seu blog e acrescente comentários sobre a palestra ou evento do qual participou.

O segredo do sucesso de um blog pessoal, assim como o de qualquer tipo de blog é simples: o conteúdo. O conteúdo não precisa necessariamente ser exclusivo ou inédito, mas precisa ser bem escrito e bem organizado. Você pode também escrever sobre sua área de trabalho. Selecione textos de outros blogs ou grandes portais de notícias para compartilhar e mostrar por quais temas você tem interesse. Na internet as pessoas adquiriram o costume de ler uma reportagem num portal de notícia e depois recorrer aos blogs para ler comentários; ou ver um produto à venda e recorrer aos blogs para ler opiniões antes de comprá-lo. Essa é uma das grandes características do blog: ser uma mídia onde qualquer pessoa pode gerar conteúdo, sem restrições e sem intermédio das grandes empresas e canais de comunicação. Faça proveito disso ao postar notícias relevantes sobre a sua área de trabalho, adicionando comentários que enriqueçam o conteúdo, tornando-o exclusivo. Se você escrever bem, e tiver bom conhecimento sobre os temas que está expondo, talvez se torne até referência na web, receba leitores freqüentes e crie contatos profissionais com grande potencial.

Mas cuidado! No seu blog pessoal o produto é você. Assim como um blog bem feito pode ser um diferencial na carreira, um blog ruim pode ser bastante comprometedor.

Planejando o blog

Diversas dicas e algumas regras básicas podem ajudar bastante na construção de um blog pessoal:

Escreva uma descrição sobre você, de preferência numa página exclusiva. Quem você é, onde mora, por quais assuntos tem interesse, seus objetivos etc. Isso vai ajudar as pessoas a conhecerem melhor você antes de começarem a ter acompanhar virtualmente. Além disso, coloque links para suas outras redes sociais, como Twitter, Facebook e Linkedin. O WordPress já disponibiliza aplicativos que importam automaticamente seus últimos tweets, fotos no Flickr, entre outros.

Visite outros blogs antes de começar. Veja como outras pessoas com interesses em comum escrevem, sobre o que escrevem e como organizam o layout e os posts do blog. Olhar o que de melhor está sendo feito ajuda a ter inspiração e fazer boas escolhas.

Faça uma lista de sites e blogs de referência, de preferência conhecidos e influentes. Eles te mantém atualizado e podem ser usados como fonte de notícias para você copiar e adicionar seus comentários. Como não se perder em meio a tantos blogs de referência? Use leitores de feeds como o Google Reader. Lá as atualizações recentes de todos os blogs que você acompanha aparecem agrupadas, ajudando na leitura.

Se quiser colocar sua fotografia no blog, use a mesma foto de todas as suas redes sociais. Isso ajuda a criar uma identificação com os leitores, seguidores, amigos etc. Lembre-se que somos seres visuais, e temos mais facilidade em memorizar rostos do que nomes.

Se você pretende escrever sobre temas variados, separe-os em categorias e utilize tags, ou palavras-chave. Desse modo seu conteúdo fica mais organizado para ser encontrado pelos visitantes.

Atenção: o que você escreve no blog é responsabilidade sua. Portanto, se fizer uma acusação ou uma crítica, é bom ter argumentos caso seja contestado. Além disso, copiar textos de outros blogs é normal, faz parte da cultura da blogosfera, e é uma das coisas que torna essa ferramenta tão interessante. Mas sempre deixe os créditos para o autor e o link para o texto original de outro blog.

Não publique imagens em excesso em seus posts. Elas sobrecarregam as páginas, deixam elas lentas e ótimas para espantar os visitantes. Se você quer publicar várias fotografias, utilize outros serviços como o Flickr e divulgue os links no seu blog.

Se você quer ser encontrado com facilidade pelos buscadores, é bom ter algumas noções de SEO (Search Engine Optimization), um conjunto de técnicas para que um site apareça bem no Google. Resumidamente, pense bem nas palavras-chave, aquelas palavras que resumem o assunto sobre o qual você está escrevendo, e utilize-as no corpo do texto e no título do post. Quanto mais você escrever sobre um determinado assunto, mais ganhará importância no Google. A maioria dos acessos a qualquer site ainda vem dos buscadores, sendo que o Google responde por 80% desse mercado no Brasil.

Quando você cria um blog no WordPress, seu endereço será, por exemplo, seublog.wordpress.com. Todavia, você pode migrar o blog para um domínio próprio, de modo que o endereço fique, por exemplo, www.seublog.com.br. Ter um domínio próprio dá um aspecto mais profissional ao blog, além de dar mais liberdade para transformar o layout, permitir métricas mais detalhadas e inclusão de novos aplicativos, como enquetes para os visitantes. Esse serviço pode ser contratado junto ao próprio WordPress, mas é pago.

Divulgando o blog

Para começar a divulgar seu blog pessoal, nada melhor do avisar as pessoas que já te conhecem. Sempre que escrever um post novo, avise seus amigos pelo Facebook, pelo Twitter, pelo Orkut ou até por e-mail. Além disso, coloque a URL do seu blog na assinatura de seus e-mails, comente blogs de amigos e inicie a conversa com blogs de outros profissionais da sua área, deixando comentários juntamente com o link para o seu blog. Mas não obrigue ninguém, as visitas precisam ser espontâneas. Participe ativamente de fóruns e comunidades virtuais, como os famosos fóruns do Orkut. Comente sobre os assuntos que entende, mostre que é profissional da área, e no final deixe o link para o seu blog.

Qualquer pessoa pode usar um blog como aliado profissional, desde que seguindo algumas dessas regras básicas e, principalmente, tendo muita vontade de escrever e colaborar. Blogs são uma ferramenta consolidada e que continua caindo no gosto do internauta, que está constantemente buscando informação, diversão e relacionamento da rede. Portanto, divulgue seu conteúdo e dialogue, para transformar essa ferramenta tão poderosa em uma forte aliada.

 

Anúncios

Sobre João Paulo

Data Intelligence na Ogilvy. Bacharel em Comunicação Social - Midialogia pela UNICAMP. Me dedico à compreensão, planejamento e execução de estratégias de comunicação em plataformas de mídias sociais. Leio muito sobre sobre Social Media e Transmedia Storytelling. Ver todos os artigos de João Paulo

2 respostas para “Por que ter um blog pessoal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: